O presidente russo garantiu que as sanções impostas pelos países que apoiam a Ucrânia não tiveram impacto em vários setores.

Opresidente da Rússia reiterou, esta quarta-feira, que qualquer tentativa por parte de outros países de interferir em território ucraniano iria desencadear uma resposta rápida por parte do Kremlin.

Segundo a Reuters, Vladimir Putin falava aos deputados, em São Petersburgo. O líder do Kremlin informou que não só as respostas para cada país iriam ser dadas de imediato, como já estavam decididas.

Durante o seu discurso, Putin disse ainda que o rublo, o sistema bancário, o setor dos transportes e a economia do país tinham resistido às sanções impostas por vários países que apoiam a Ucrânia.

A Rússia lançou, na madrugada de 24 de fevereiro, uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de dois mil civis, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

TPL_BACKTOTOP